O seu Cesto encontra-se vazio no momento.

Palestra Musical
Projeto Encantando
O Projeto ENCANTANDO tem em seu propósito básico, o auxílio na formação do Homem (aluno) integral, porque a Música possui a propriedade de envolver o todo, buscando através da relação física/razão/emoção a compreensão ampliada da vida.
 
O Projeto ENCANTANDO está fundamentado nos benefícios que a Música propicia a todos as pessoas (estudantes) assunto já amplamente sedimentado por pensadores e musicoterapeutas como Yehudi Menuhin, Piaget, Alvin Tofler, Domenico Di Masi, John Naisbith, Galbraith entre outros.
 
O Projeto ENCANTANDO está sendo desenvolvido basicamente em Escolas, pois na maioria dos casos, a disciplina Música está ausente nas salas de aula.
 
O QUE É
 
O Projeto Encantando é um Recital Didático preparado especialmente para alunos de ensino fundamental e Médio.  Focaliza três conteúdos que podem ser desenvolvidos em sequência ou separadamente.  Sugere-se que os grupos estejam agrupados em:
  • De quarta a sexta séries
  • Sétima e oitava séries
  • Ensino Médio
Os instrumentos utilizados para o Recital é o Violão e o Acordeon.
 
TEMAS
  • Show - 500 Anos
  • Música Folclórica - RS-Brasil
  • Nosso Caminho Pede PAZ
 
Show - 500 Anos
É um recital baseado na história dos 500 anos de Brasil. O espetáculo inicia com Música Renascentista, para dar a ideia do que já se fazia na Europa no momento em que o Brasil entrava no Mapa Histórico, percorrendo todos os movimentos artísticos; Renascença, Classicismo, Romantismo e Contemporâneo. Os temas brasileiros como Modinha, Lundu, Choro, Baião, Samba, Bossa-nova, Shottisch, Marcha Rancho, são focalizados num processo de informação e interação participativa com os ouvintes. O recital caracteriza a diferença dos gêneros de Música Erudita, Popular e Folclórica.
 
Música Folclórica no RS/Brasil
É um recital que valoriza a importância do Folclore como parte integrante do nosso meio, permeando os caminhos da Tradição, Folclore e de Projeção Folclórica.
 
Busca em cada razão temática fatos folclóricos relevantes, onde a linguagem musical somada aos ritmos proporcionam uma compreensão do que vem a ser a Música que brota do povo. Os temas do Rio Grande do Sul recebem especial atenção, passando desde conceitos, lendas, mitos, ritmos, temas, crendices, costumes e hábitos entre outros assuntos.
 
Nosso Caminho Pede Paz
Um recital que busca, através da sensibilidade Musical coletiva, ações em prol da Humanidade, baseado no enraizamento da PAZ:
  • Na mente - consciência
  • No coração - viver, compartilhar
  • Nas mãos - irradiar, obras
Buscamos a consciência pelo Processo do:
  • Despertar
  • Crescer 
  • Ser  
  • Servir
As músicas selecionadas buscam a compreensão da PAZ envolvendo os alunos com vivências, entre elas, a Meditação. 
 
Buscamos através da Música uma base para criar e solidificar a PAZ consigo mesmo, com os outros e com a natureza.
 
 
Música Além da Razão
 
A música tem o poder de ultrapassar a mente lógica e os filtros analíticos, induzindo-nos ao contato direto com os sentimentos profundos e com paixões que se escondem na memória e na imaginação.
 
No antigo Egito, o hieróglifo para Música estava associado à alegria e ao bem estar. Georg Frederik Händel declarava notoriamente que não desejava simplesmente agradar suas plateias, mas infundir-lhes o bem.
 
A Música em nosso corpo produz um efeito subliminar através do ato involuntário de ouvir. As ondas sonoras penetram no nosso corpo, e as vibrações do sistema nervoso simpático acionam as células vivas que ajudam a restaurar e a reforçar a saúde, como um todo. 
 
O alto nível de água do tecido humano ajuda a conduzir o som, e o efeito, num todo, une-se à massagem profunda, no âmbito anatômico e muscular.
 
O som é movimento de átomos e moléculas. Os sons vêm de objetos tão pequenos quanto os átomos ou grandes como o planeta. Assim como os movimentos gerados pela água converte-se em energia elétrica, assim as vibrações por meio de objetos ou substâncias em movimento são conhecidos como energia cinética.
 
Homero, famoso historiador que precedeu Platão, afirmava que a música foi uma dádiva divina para o homem: com ela, poderia alegrar a alma e assim apaziguar as perturbações de sua mente e de seu corpo. O filósofo Platão afirmava “a música é o remédio da alma” e que chega ao corpo através dela. Platão reforçava seu pensamento dizendo que “a alma pode ser condicionada pela música da mesma maneira como o corpo pela ginástica”.